GASPARD; Adrian

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

GASPARD; Adrian

Mensagem por Adrian Gaspard em Qua Maio 13, 2015 6:19 pm



Adrian Gaspard
22 anos
Sangue azul
lupus dei
lupus dei
grant gustin
--

Físico
Alto, atlético -- bem, pelo menos algo de bom sua condição teria que o dar --, apesar de não fazer exercícios físicos, Adrian tem os cabelos castanho claros, sempre bem penteados de acordo com a etiqueta londrina e francesa também. Adrian possui olhos castanho claros, mas que muitas vezes são confundidos com um verde pálido. Magro, de constituição física bem distribuída, o lord é material para ser admirado pelas ladies da sociedade, com certeza.
Personalidade
Inquieto sempre foi uma palavra boa para descrever o mais novo dos Gaspard, brilhante e genial também. Entretanto, Adrian, apesar de ser um gênio, é uma pessoa praticamente reclusa, que detesta a ajuda de outras pessoas em seus assuntos pessoais. Alguns poderiam classificá-lo como invejoso por toda a atenção que seu irmão mais velho recebeu desde que eram pequenos, apenas pelo mero fato de ser cego, mas ele jamais admitiria que sentia inveja da posição do irmão, do poder que ele poderia alcançar se parasse de se auto-lastimar por não ter o simples dom de ver o mundo à sua volta. Não eram coisas bonitas, então para que se preocupar? Altamente territorial e inflamável, Adrian tem a mania torpe de afastar violentamente as pessoas com quem se importa da sua vida. Depois de anos estudando na França, aprendendo a lidar com seu gene, tornou-se mais calmo com relação a certas coisas, mas ainda mantém um quê irônico, sarcástico até, em suas frases, sempre se desfazendo do semelhante, especialmente quando o assunto é o clã dos Gaspard e a sua sucessão. Mente estratégica, corpo... nem tanto.


historia
Adrian nasceu na França, o último Gaspard que realmente poderia ser intitulado como francês, não que se importasse muito com sua nacionalidade, mas a França sempre seria seu lar. Com um ano de idade, seus pais levaram ele e os irmãos para a Inglaterra, Londres para ser mais exato, e desde então, sua vida não foi a melhor de todas. Gostaria de dizer que cresceu no melhor ambiente familiar, com todo o amor possível destinado a ele, mas estaria mentindo. As atenções dos lords estava mirada no garoto de ouro deles -- ironicamente, ele era cego, e, talvez por esse fato, Adrian nunca tenha sido muito próximo de seu irmão. O ciúme corroía uma criança de apenas cinco anos, enquanto ele tentava demonstrar seus protótipos para os pais, preocupados com a saúde do irmão e em como fazê-lo ter uma vida normal. Adrian não podia se importar menos com aquilo. Lembrava-se de ter agradecido aos céus pela ida de Valentin, quando fez doze anos, para as propriedades do tio, na França, por ter um pouco da atenção dos pais, mas a quem estava enganando? Eles nunca o tratariam como tratavam o irmão mais velho.
Adrian, então, debruçou-se sobre os livros, sobre o que podia fazer para ao menos ter algo para competir com tudo aquilo. Nunca foi muito ligado com o folclore da família, com seu lema, mas aos doze anos, exatamente na mesma idade em que o irmão foi pra França, Adrian se transformou. Não se lembrava de nada daquela noite, mas, meses depois, passou a conseguir controlar seus problemas sozinho, com algum apoio do pai. Não era um lobo troncudo, tampouco voraz, mas Adrian demonstrava-se elegante até mesmo em seus momentos de fúria.
Aos catorze anos, foi mandado para fora, para as faculdades francesas sob o olhar atento do tio que, possivelmente, só fazia da vida ajudar os novos lupus dei a se encaixarem na sociedade sem maiores danos. Não importava. Na França, Adrian mostrou sua verdadeira face, seu verdadeiro monstro, o que não conseguia ver uma equação sem solução, um problema mal resolvido ou porcamente o feito. Maníaco por controle, Adrian se formou com louvores aos dezessete anos na faculdade de engenharia de Paris, mas não se deu por satisfeito, terminando sua educação aos vinte e dois anos. Ele era mais do que Valentin, e ele o provaria para toda a Londres, se é que Londres conhecia o irmão. Entretanto, em seu tempo na França, era imperativo dizer que Adrian matou dezenas de pessoas, sempre inimigos acadêmicos, e engravidou uma amante sua, a mãe do seu filho bastardo, agora com três anos de idade.
Quando apareceu à porta da mansão dos Gaspard, na Inglaterra, Adrian não pôde deixar de sorrir cinicamente, cigarro na boca e uma expressão presunçosa. Estava de volta, e ele seria o futuro líder da matilha, quisesse seu pai ou não.







RPs



Say 'I do', with a lot of people, on February 28th, 1861

Enjoy the free drink, I will, with a lot of people, on February 28th/March 1st, 1861


_________________

He came into her apartment
He left the bloodstains on the carpet
avatar
Adrian Gaspard
Nobreza
Nobreza

Mensagens : 12
Data de inscrição : 13/05/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: GASPARD; Adrian

Mensagem por Victoria em Qui Maio 14, 2015 8:47 pm



APROVADO!


BEM VINDO! Excelente ficha, aproveite o RPG e divirta-se!




avatar
Victoria
Admin

Mensagens : 47
Data de inscrição : 31/03/2013

Ver perfil do usuário http://powerandcontrol.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum