[RP] Smells Like Teen Spirit

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP] Smells Like Teen Spirit

Mensagem por Lillith Dell' Aquilla em Dom Maio 31, 2015 7:48 pm

Dados da RP

PARTICIPANTES: Lilly e Dmitri
CLIMA: 19•
RP FECHADA.
avaland ®

_________________

Oh baby, I want you to die for my love
In the night your heart is full And by the morning empty
avatar
Lillith Dell' Aquilla
Nobreza
Nobreza

Mensagens : 10
Data de inscrição : 29/05/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Smells Like Teen Spirit

Mensagem por Lillith Dell' Aquilla em Dom Maio 31, 2015 8:56 pm

  How low


A viagem até Londres foi bem... Monótona, o navio era bom, mas a tripulação miserável. Um bando de católicos malucos, não gostavam da minha presença por acreditar que eu traria má sorte. Como se eu fosse afundar aquele navio! Alguém precisava entender que eu valorizava a vida, a minha vida, e afundar um navio não fazia o mínimo sentido para mim, por mais que eu saiba nadar, não acredito que eu consiga sobreviver por muito tempo sozinha no mar.

Estupidos homens.

Não tinha paciência para pessoas com a mente pequena, nasci para romper esses padrões, e na segunda noite eu já era amiga de todos os marinheiros, um bando de alcoólatras, era a coisa mais fácil do mundo ganhar a confiança deles e me divertir com isso, um ou dois morreram, mas isso era um pequeno detalhe que não merecia atenção.

Mamãe havia me  convocado para voltar para casa, não sei a razão dela querer que eu fosse para um lugar que estava enlouquecendo, aqueles débeis mentais inventaram de caçar criaturas sobre humanas, eu sei, isso é ridículo. Os homens têm essa mania de querer provocar mudanças no status quo, e isso nunca acabava bem.

Estava tão animada para rever minha família que poderia até chorar, amava tanto esse meu lado da família londrino, amava assim como um gato gostava de banhos. Suspirei, não podia dizer não para minha mãe, eu podia ser inconsequente mas tinha amor a minha vida, então lá estava eu de volta a minha terra natal.

Fazia um dia que estava em Londres, e já estava entediada. Iria visitar meus primos, mas antes precisava ver como estava às ruas, as pessoas, os ares de Londres. Depois iria levar miséria a vida daqueles três idiotas.

Observei a igreja, e não estou mentindo quando digo: eu senti algo me chamando para dentro daquele lugar. O que era bem engraçado, pois eu achava que o Diabo frequentava outros lugares, não igrejas. Mas quem sou eu pra negar um pedido? Quem sabe era Deus pedindo a minha ajuda.

Entrei na igreja e olhei ao redor, fiz o sinal da cruz e me caminhei até o velário e ascendi uma vila para a minha própria alma, havia um homem do meu lado e eu o observei por alguns instantes, resolvi ascender mais uma vela, o único problema foi que ao ascender mais uma vela, algo aconteceu com meu vestido, olhei para a vela e fechei os olhos, sentindo cheiro de queimado. Abri os olhos e gritei, sendo ajudada por um homem, que ajudou a apagar o meu fogo.

Acredito que a frase tenha causado o efeito certo.

- Em nome de Deus! – Exclamei, minha pele estava ardendo mas o mais grave era a manga do meu vestido, o fogo havia destruído um pouco do tecido. – Eu... Eu sou tão distraída! – disse olhando para o homem que era um moreno espetacular. Meus olhos lacrimejaram e eu aproveitei a deixa para aumentar o meu drama. – Me desculpe por isso, eu só queria a ajuda Dele, e veja o que fiz a sua casa. – Limpei a lágrima que caiu e gemi, sentindo minha pele arder. – Acho que me queimei... – Desviei meu olhar para longe. – Muito obrigada por ter me ajudado.

Pelo jeito, eu havia encontrado a força que me chamou, e se era Deus o próprio Satanás, ele estava em ótima forma.


Edgar Alan Poe. The Raven.

▲BY LOONY!


_________________

Oh baby, I want you to die for my love
In the night your heart is full And by the morning empty
avatar
Lillith Dell' Aquilla
Nobreza
Nobreza

Mensagens : 10
Data de inscrição : 29/05/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Smells Like Teen Spirit

Mensagem por Dmitri Ward em Sab Jun 06, 2015 1:05 am

w h e n  y o u  f e e l  m y  h e a t  l o o k  i n t o  m y  e y e s
It’s where my demons hide

Uma chuva fina caía naquela manhã em Londres quando ele saiu da pensão que chamava de casa há aproximadamente três semanas. Desde que havia conseguido o cargo de inspetor na delegacia da cidade – graças à sua fortuna, diga-se de passagem – decidiu que não poderia continuar vivendo como um burguês. Burgueses eram acomodados e preguiçosos, trabalhavam somente para proveito próprio e só pensavam em lucros. Isso não condizia com sua fé. Por acaso não havia Jesus aberto mão de todas essas coisas terrenas? Era mais do que justo que ele fizesse o mesmo, principalmente naquele momento tão crítico em que estavam vivendo.

Como era de praxe, Dmitri havia acordado cedo para passar na abadia antes de ir para o trabalho. Ainda lamentava o fato de não ter conseguido concluir o seminário, mas aquilo não era totalmente culpa sua. Bael tinha estragado tudo. Mais um dos capachos de Lúcifer e que agora disputava seu corpo como se lá sempre tivesse sido o lugar certo para ele.

Nas primeiras vezes que voltou à igreja após a possessão pensou que de alguma forma Bael se incomodaria por pisar no solo sagrado. E o demônio quase fez com que Dmitri acreditasse nisso nas primeiras vezes, se contorcendo e gritando na mente do homem, ordenando que o tirasse da igreja porque era a maior tortura... Mas Dmitri descobriu que isso de nada importava para a cria de Satanás. Era puro mito essa história de que eles queimam em solos sagrados. Na verdade eles estão mais acostumados que os próprios humanos com a presença do divino.

Quando entrou na abadia, de olhar carrancudo, Dmitri sabia que Bael estava plenamente confortável. E isso o irritava. Muito. Queria livrar-se daquela maldição de uma vez por todas, mas aparentemente ele não estava sendo digno da misericórdia de Deus.

Se encaminhou para uma área mais reservada, ainda que aquela hora da manhã não houvesse praticamente ninguém no local. Isso era ótimo para alguém como ele, que odiava ser sociável. Puxou uma Bíblia gasta do bolso interno do sobretudo, abrindo no capítulo que estava se tornando seu mantra nos últimos dias: “Ele me livra do laço do passarinheiro... E da peste perniciosa... Ele me cobre com suas penas... E debaixo de suas asas estarei seguro. Eu não temo espanto noturno. Nem flecha que voe de dia. Nem peste que ande na escuridão. Nem mortandade que assole—“, sua leitura foi interrompida pela presença de uma jovem de cabelos afogueados e estatura baixa, que andava como uma nobre; o que provavelmente devia ser, para estar ali naquele horário.

Ela parou não muito distante de onde ele estava e, numa tentativa de acender velas, acabou derrubando parte delas. Dmitri se aproximou por instinto, recolhendo os pertences que haviam caído ao chão. Sabia que nem sempre era ele quem estava no controle de seu corpo e isso o amedrontava, ao mesmo tempo em que o deixava fulo. Não gostava de chegar perto de mulheres, especialmente as bonitas como a senhorita cabelos de fogo, mas Bael aparentemente sim. Ela falou algo sobre ser desastrada, ao que ele nada respondeu, entregando uma vela a ela, já completamente acessa. Quando a encarou, viu que tinha algo de exótico nela. Algo mau e bom ao mesmo tempo; algo errado e certo... Era como se ela fosse como ele: parte humana, parte demônio. Mas ele não conseguia captar a cor de sua alma.

- Seria melhor se prestasse mais atenção – falou, meio ríspido, sua maneira habitual. – Há muitos que prezam pelo silêncio na Casa de Deus... O que não deve ser o seu caso, obviamente.

_________________
 
avatar
Dmitri Ward
Burguês
Burguês

Mensagens : 7
Data de inscrição : 26/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Smells Like Teen Spirit

Mensagem por Lillith Dell' Aquilla em Seg Jun 08, 2015 11:08 pm

Eu estava chocada.
Que homem era aquele que ignorava uma mulher dessa forma? Eu era feia por um acaso?

Funguei, ainda parecendo bem chateada com meu desastre proposital, que havia falhado em conseguir a compaixão e afeição do moreno, mas ao menos eu consegui a sua atenção.

- Eu... Eu lamento tanto por isso. - Peguei a vela e a depositei no velário, apertei os lábios e fiz sinal da cruz. Que hipócrita cretina eu era. - E me perdoe se lhe causei esse transtorno. - Me aproximei dele, ignorando sua carranca. Esse homem parecia um cachorro irritado, pronto para começar a rosnar se você se aproximasse demais.

Um fato sobre mim: eu adoro cães.

- Prometo que ficarei em silêncio agora. - Falei ficado ereta, de frente às velas.
1
2
3

- Bem, qual o seu nome Sr? - Falei depois de contar mentalmente até três, foi um avanço a minha paciência. Estava evoluindo, afinal. - Desculpe, eu só gostaria de saber o nome do cavalheiro que me ajudou, seria isso um pecado? - Eu estava chocada, já disse isso? Que homem estranho, não demonstrar interesse em mulheres era comum? Verifiquei suas mãos, nenhuma aliança de compromisso, e graças a Deus nenhuma de castidade. Seria ele apaixonado por outra pessoa a ponto de me ignorar? Ou seria ele um praticante de sodomia? Se fosse, por Deus, eu o queria em minha vida para sempre.

Se não, qual o problema dele, talvez broxasse?

Limpei meus pensamentos maldosos, pelo menos uma primeira vez, eu teria que me esforçar para conhecer alguém.
Estava feliz, afinal, havia encontrado minha distração ideal.

_________________

Oh baby, I want you to die for my love
In the night your heart is full And by the morning empty
avatar
Lillith Dell' Aquilla
Nobreza
Nobreza

Mensagens : 10
Data de inscrição : 29/05/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Smells Like Teen Spirit

Mensagem por Dmitri Ward em Qua Jun 10, 2015 8:55 pm

w h e n  y o u  f e e l  m y  h e a t  l o o k  i n t o  m y  e y e s
It’s where my demons hide

Srta. Impertinente -- como Dmitri mais tarde viria a nomeá-la -- mostrou-se genuinamente arrependida pelos estragos que vinha fazendo, exceto que ele sabia que ela não estava. Nenhuma criatura com o espírito dela sentia-se confortável ficando em silêncio; lhe era intrínseco, natural viver agitada. Ele também era assim, mas porque era doente, não em razão de sua forma de ser, e quanto a isso, sempre havia os remédios para controlar.

O moreno retesou o corpo quando ela se aproximou demais, tanto que seu perfume chegou até suas narinas. Ela não cheirava como as londrinas, Dmitri constatou, e não sabia se isso era bom ou ruim. Provavelmente ruim. Tudo o que era diferente devia ser repelido.

Suspirou aliviado quando ela se afastou, dizendo que ficaria em silêncio. Nesse ponto seus olhos já estavam se fechando para que ele fizesse uma oração silenciosa enquanto ignorava a presença da ruiva, até ela recomeçar a falar, tirando sua concentração pela segunda vez seguida. Ele tinha certeza de que o Diabo estava atentando-a naquela manhã.

- É Charles - ele respondeu, falando o primeiro nome que lhe veio à mente, pensando que a garota lhe daria um pouco de paz. Depois de alguns segundos lhe ocorreu que mentir era pecado e que aquela garota, por mais impertinente, merecia a verdade. Mas não desmentiu. Isso só geraria maiores conversações e ele não queria continuar com aquilo ali dentro.

Talvez na rua ele lhe dissesse seu nome verdadeiro. Talvez não.

_________________
 
avatar
Dmitri Ward
Burguês
Burguês

Mensagens : 7
Data de inscrição : 26/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Smells Like Teen Spirit

Mensagem por Lillith Dell' Aquilla em Dom Jun 14, 2015 12:29 am

Provavelmente ele era gay.
Revirei os olhos para meus pensamentos estupidos, eu já fui melhor que isso.
- Bem, é um prazer te conhecer, Charles - Falei com ironia, espero que ele entenda que eu entendi muito bem que ele estava mentindo, na verdade, eu podia sentir sua energia vindo na minha direção, como eu conseguia fazer isso? Pergunte a minha mãe, eu só sei o que sinto, e eu sentia que ele estava mentindo para mim.
Garotinho malvado.
Gostei dele, não era uma pessoa fácil.
Me afastei do velário e fiz sinal da cruz, percebendo que ele também estava saindo, eu caminhei lentamente, passando próximo a porta e molhei meus dedos em água benta, diziam que bruxas queimavam na presença de água sagrada, mas que bobagem era essa, afinal, eu estava ali inteira.
Tentei não sorrir muito, não queria passar a imagem de pessoa maluca, não ainda.
- Então Charles, você não parece ser daqui. - Murmurei ao sentir o aroma dele próximo a saída, ele tinha um cheiro bom, desafiava a me esforçar mais a ter esse homem. - Você poderia me acompanhar? - Falei próximo às escadas da igreja, sorri como uma cúmplice sorria para seu parceiro de crime. - Se você não estiver disponível... - Abaixei os olhos, respirando fundo, aproveitando a oportunidade de exaltar o tamanho dos meus seios, veja bem, não estava usando um decote absurdo, mas o suficiente para não ser ofendida por ninguém. - ...Eu posso ir sozinha, apesar de ter nascido aqui, conheço pouco da cidade.
Estava com um pressentimento estranho em relação a esse homem, de repente não tinha mais certeza se o que eu sentia era uma premonição de que ele seria uma boa diversão. Mas pouco importa, eu estava disposta a ir até o fim com esse homem, quer ele queira ou não.

_________________

Oh baby, I want you to die for my love
In the night your heart is full And by the morning empty
avatar
Lillith Dell' Aquilla
Nobreza
Nobreza

Mensagens : 10
Data de inscrição : 29/05/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP] Smells Like Teen Spirit

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum