No masters or kings when the ritual begins [RP]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

No masters or kings when the ritual begins [RP]

Mensagem por Freya Västergötland em Sab Ago 01, 2015 6:16 pm

]
Dados da RP

PARTICIPANTES: Maximillien e Freya
CLIMA: 22•
RP FECHADA.
avaland ®

_________________



When will the flames at last consume us?

PAST ALL THOUGHT OF RIGHT OR WRONG ONE FINAL QUESTION HOW LONG SHOULD WE TWO WAIT BEFORE WE'RE ONE?
avatar
Freya Västergötland
Nobreza
Nobreza

Mensagens : 59
Data de inscrição : 02/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: No masters or kings when the ritual begins [RP]

Mensagem por Freya Västergötland em Sab Ago 01, 2015 9:25 pm

Abri os olhos rápido demais e eles arderam, mas rapidamente me recuperei e cravei minhas unhas no braço de Maximillien, que foi pego em um raro momento em que estava desprevenido, fiquei satisfeita com o resultado, porém, senti meu corpo ir de encontro ao chão, tentei abafar o meu gemido de dor com a queda, ainda estava tonta mas consegui me levantar, reconheci o lugar que estávamos, no corredor do andar de cima da casa, e por sorte desmaiei por um curto período de tempo, mas foi o suficiente para que meu corpo parasse de flutuar e a razão tomasse conta de mim.

Ou quase isso.

- Não ouse me levar contra a minha vontade! – Disse me apoiando nas paredes e tentando me desviar do moreno na minha frente, que já estava pronto para me arrastar como uma prisioneira, o que eu não era, eu não era uma prisioneira de Max! – Diabos, por que você não me escuta? – Grunhi para ele e tentei sair andando, quando ele me levou até a porta e me trancou com ele dentro do quarto, e para completar ainda mais minha humilhação, estava chorando e xingando os quatros cantos, soquei a porta e gritei de raiva.

Perfeito! Está satisfeito agora?

Apertei os lábios e encarei Max, e isso me deixou ainda mais irritada, ele estava machucado, e isso tudo era culpa minha. Solucei, incapaz de parar o meu choro, mas eu estava com ódio, com ódio de Anthony, com ódio por ter estragado a festa, com ódio por ser arrastada contra a minha vontade, e olhando para Maxi eu senti ainda mais ódio, eu estava me odiando naquele momento. – Mas que maldição! – Disse indo até ele, tentei o empurrar mas ele não se moveu nem sequer um centímetro, e isso me irritou, fui para longe dele e tentei me acalmar, mas parecia que minhas lágrimas não tinham fim, e a essa altura não sabia se eram lágrimas de raiva ou tristeza. – Eu não quero ficar aqui! Me deixe sair, agora!

E eu sabia o porquê do meu choro, eu ainda estava chocada comigo mesma, horrorizada com o que eu havia feito, mas ainda por cima, pelo que eu havia imaginado. Me virei para Maxi e suas palavras, e tentei sair do quarto, quando ele me impediu pela milésima vez, eu o bati, acertando seu peito e não causando dano nenhum a não ser a mim mesma. Parei e o encarei, sentindo vergonha de estar próxima a ele. - Eu odeio tudo isso, eu estou com tanto ódio... - Disse e coloquei a mão no peito, sentindo um nó se formar lá. - Eu sinto ódio de tudo, deles, da festa, de mim. - Suspirei e passei a mão no meu rosto, limpando as lágrimas. – Por que eu não consigo te odiar? Nem por um minuto sequer. – Tentei engolir o choro e olhei para longe. – Por favor me deixe ir.

_________________



When will the flames at last consume us?

PAST ALL THOUGHT OF RIGHT OR WRONG ONE FINAL QUESTION HOW LONG SHOULD WE TWO WAIT BEFORE WE'RE ONE?
avatar
Freya Västergötland
Nobreza
Nobreza

Mensagens : 59
Data de inscrição : 02/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum